100 grs MULUNGU pó - Erythrina mulungu

R$9,90

Em tempos de stress é usada para equilibrar e acalmar os nervos. É também usada como antioxidante; para tonificar, equilibrar e fortalecer o fígado..pode ser usado com vantagem como substituto do kava kava..

Quantidade

Última vez que este produto foi comprado: 18-01-2019

 

 

100 grs MULUNGU rasurada - Erythrina mulungu

A árvore do mulungu é conhecida por dois nomes botânicos: Erythrina mulungu e Erythrina verna. É uma árvore muito bonita, as suas flores têm uma cor parecida com a do coral laranja. A mulungu é conhecida como uma das mais poderosas plantas de crescimento expontâneo.
Efeitos
No Brasil o mulungu é usado há muito como sedativo natural. Diz-se que a erva consegue estabilizar o sistema nervoso central. Em tempos de stress é usada para equilibrar e acalmar os nervos. É também usada como antioxidante; para tonificar, equilibrar e fortalecer o fígado. O uso do mulungu pode influenciar positivamente a regulação dos ritmos cardíacos. Também pode ajudar a reduzir a tensão arterial. As substâncias químicas existentes no mulungu têm sido estudadas extensivamente. Estas englobam grandes quantidades de flavonóides, triterpenos, e alcalóides. 
Dois estudos indicam ainda que um destes alcalóides, a erisodina, pode ser útil como droga antinicotina, pois foi demonstrado que esta actua como antagonista competitivo e bloqueia os receptores de nicotina. 
O principal remédio natural vendido no mundo inteiro hoje em dia contra o stress e a ansiedade, e como sedativo em geral, é a kava kava. Esta planta, todavia, tem sido sujeita a relatórios negativos nos últimos anos a respeito de possíveis contra efeitos no fígado. Como o mulungu tem os mesmos efeitos calmantes e reguladores do stress (se não melhores), e tem um efeito positivo no fígado, é indicado como o novo substituto da kava kava.
Uso
Cerca de meia chávena de uma decocção normal da raiz (por dia) deve ser suficiente e seguro.
Uma decocção é normalmente feita com 1 colher de chá de erva em pó ou com 2 colheres de chá de erva cortada por cada 250 ml de água a ferver. Depois cobre-se a panela ou reduz-se a chama ao mínimo, para que a mistura ferva lentamente durante 20 minutos. Após isto deixa-se arrefecer, coa-se, e consome-se.
Aviso
• O mulungu é um sedativo e pode causar sonolência. 
• Na medicina tradicional a planta é usada para baixar a pressão arterial. Estudos clínicos com animais constactaram efeitos hipotensivos. Recomenda-se, pois, para quem tomar medicamentos para reduzir a pressão arterial (ou se tiver a tensão baixa), o uso do mulungu com a devida precaução e a monotorização regular da tensão .

 

A árvore do mulungu é conhecida por dois nomes botânicos: Erythrina mulungu e Erythrina verna. É uma árvore muito bonita, as suas flores têm uma cor parecida com a do coral laranja. A mulungu é conhecida como uma das mais poderosas plantas de crescimento expontâneo.

Efeitos

No Brasil o mulungu é usado há muito como sedativo natural. Diz-se que a erva consegue estabilizar o sistema nervoso central. Em tempos de stress é usada para equilibrar e acalmar os nervos. É também usada como antioxidante; para tonificar, equilibrar e fortalecer o fígado. O uso do mulungu pode influenciar positivamente a regulação dos ritmos cardíacos. Também pode ajudar a reduzir a tensão arterial. As substâncias químicas existentes no mulungu têm sido estudadas extensivamente. Estas englobam grandes quantidades de flavonóides, triterpenos, e alcalóides. 

 

Dois estudos indicam ainda que um destes alcalóides, a erisodina, pode ser útil como droga antinicotina, pois foi demonstrado que esta actua como antagonista competitivo e bloqueia os receptores de nicotina. 

 

O principal remédio natural vendido no mundo inteiro hoje em dia contra o stress e a ansiedade, e como sedativo em geral, é a kava kava. Esta planta, todavia, tem sido sujeita a relatórios negativos nos últimos anos a respeito de possíveis contra efeitos no fígado. Como o mulungu tem os mesmos efeitos calmantes e reguladores do stress (se não melhores), e tem um efeito positivo no fígado, é indicado como o novo substituto da kava kava.

 

Uso

Cerca de meia chávena de uma decocção normal da raiz (por dia) deve ser suficiente e seguro.

 

Uma decocção é normalmente feita com 1 colher de chá de erva em pó ou com 2 colheres de chá de erva cortada por cada 250 ml de água a ferver. Depois cobre-se a panela ou reduz-se a chama ao mínimo, para que a mistura ferva lentamente durante 20 minutos. Após isto deixa-se arrefecer, coa-se, e consome-se.

 

Aviso

• O mulungu é um sedativo e pode causar sonolência. 

• Na medicina tradicional a planta é usada para baixar a pressão arterial. Estudos clínicos com animais constactaram efeitos hipotensivos. Recomenda-se, pois, para quem tomar medicamentos para reduzir a pressão arterial (ou se tiver a tensão baixa), o uso do mulungu com a devida precaução e a monotorização regular da tensão .

 

MODO DE USAR MULUNGU

Infuso ou decocto, de 3 a 12 g ao dia.
Extrato fluido: dose máxima diária: 4 m1.
Tintura: dose máxima diária: 40 m1.
Pó: de 1.500 a 3.000 mg ao dia.
3 a 4 xícaras de chá ao dia.
Uso externo: decocto a 5%, para banhos ou compressas.

Precaução:
As suas sementes apresentam certa toxicidade. O uso excessivo da casca também pode ser tóxico.

 

 

6 Itens