viagra natural

Newsletter

01 kilo pó Maca Peruana (Lepidium meyenii) - O viagra dos Incas Ver ampliado

01 kilo pó Maca Peruana (Lepidium meyenii) - O viagra dos Incas

È UM poderoso estimulante sexual, um viagra natural,  usado ha mais de 2000 mil anos pelos povos andinos. Energético físico e mental, revitalizante, terapia de reposição hormonal, astenia, fadiga, desânimo, estresse e desinteresse sexual. Afrodisíaco, aumenta a libido no homem e na mulher, a vitalidade sexual e a fertilidade e  ajuda contra os efeitos da menopausa.

Mais detalhes

3 produtos em estoque

Aviso: Últimas unidades!

R$ 159,00

30 outras opções

Anterior
Próximo

Clientes que compraram este produto também compraram...


globo reporter maca peruana clique aqui

PARTES USADAS: 

ORIGEM DO PRODUTO: Importado do Peru 

DESCRIÇÃO:
 A planta é de fato surpreendente: desenvolve-se entre 4 e 5 mil metros de altitude, nos Andes Centrais do Peru, com temperaturas que oscilam entre 20 graus positivos e 25 graus negativos, de acordo com o período do dia e a época do ano. Seus nomes populares: "Ginseng dos Andes" e "Viagra dos Incas" dão boas indicações de suas qualidades. A MACA é comparada com o ginseng, porque apresenta as mesmas propriedades estimulantes do organismo e do desempenho de várias funções. Vários estudos indicam que ela também é indicada para tratamentos hormonais: ao que tudo parece, a planta apresenta determinadas moléculas que possuem a mesma estrutura que os hormônios naturais, tanto do homem quanto da mulher. 

INDICAÇÃO: Energético físico e mental, revitalizante, terapia de reposição hormonal, astenia, fadiga, desânimo, estresse e desinteresse sexual. Afrodisíaco, aumenta a libido no homem e na mulher, a vitalidade sexual e a fertilidade e  ajuda contra os efeitos da menopausa.

COMO FAZER: Coloque 1 colher de chá do (pó Maca ) em um copo dágua e dissolva o produto. 

COMO BEBER: 2 a 3 Vezes ao dia. 
Raiz ()




MACA: 
Planta andina demonstra ser um valioso auxiliar no tratamento da disfunção erétil. 

INTRODUÇÃO: 
Os relatos sobre o uso dessa planta, cuja designação científica é Lepidium meyenii, já vem de longa data. Os primeiros registros remontam à colonização espanhola nos Andes, mais especificamente no Peru, quando os espanhóis aprenderam com os Incas sobre as propriedades medicinais das raízes da MACA. 
A resistência da espécie é surpreendente, mesmo nas condições climáticas especiais das altitudes andinas. Aliás, a pouca difusão do fitoterápico após a descoberta dos espanhóis foi ocasionada pelas dificuldades de aclimatação da planta. 

PESQUISA CIENTÍFICA: 
Entre os principais trabalhos realizados para esclarecer e confirmar os efeitos já descritos anteriormente pelo uso medicinal do Lepidium meyenii, está o de Zheng & cols., publicado na Revista "Urology" - 55, 598-602, no mês de abril do corrente ano, cujo resumo apresentamos: 
OBJETIVO: determinar o efeito da administração oral de extratos purificados do Lepidium meyenii (M-01 e M-02) sobre o número de cópulas e acasalamento em camundongos, sobre a latência de ereção e sobre ratos com disfunção erétil induzida. 
METODOLOGIA: camundongos e ratos foram divididos randomizadamente em diversos grupos experimentais e um grupo controle. M-01 e M-02 foram administrados por via oral durante 22 dias. Após esse período 2 camundongos fêmeas foram colocados em contato com 1 macho. O número de cópulas a cada 3 horas foi anotado. Após o primeiro dia de acasalamento com as fêmeas virgens, cada macho foi colocado em contato com 5 fêmeas já acasaladas previamente, somente durante a noite. O número de fêmeas com esperma foi anotado. A LPE (período de latência para ereção) foi medida nos ratos com disfunção erétil, a partir da aplicação de um pulso elétrico de 20V na enervação peniana. 

RESULTADOS: 
A) Número de Cópulas: 
*Camundongos normais controle: 16,33 por 3 horas. 
*Camundongos normais com M-01: 46,67 por 3 horas. 
*Camundongos normais com M-02: 67,01 por 3 horas. 

B) Número de inseminações por grupo: 
*Camundongos fêmeas em contato com machos controle: 0,6 ± 0,7 
*Camundongos fêmeas em contato com machos do grupo M-01: 1,5 ± 0,5 

C) Período de Latência para Ereção: 
*Ratos machos com disfunção erétil controle: 112 ± 13 segundos. 
*Ratos machos com disfunção erétil no grupo M-01: 54 ± 12 segundos. 
*Ratos machos com disfunção erétil no grupo M-02: 41 ± 13 segundos. 

VALOR NUTRICIONAL: 
*Carbohidratos 59,0% 
*Proteínas 10,2% 
*Fibras 8,5% 
*Lipídios 2,2% 
*Compostos ativos: isotiocianato de p-metoxibenzila, macamida, taninos e saponinas. 

Mais informações RAINTREE

 


google-site-verification: googleda345cfbdc7e74ab.html

--------------------------------------------------------------------------------------------------------

A MACA E A MENOPAUSA

O que é a menopausa?
Menopausa significa o fim da idade fértil da mulher, pois nesta altura ocorre uma diminuição gradual do funcionamento dos ovários.

Como é que a mulher sabe que entrou na menopausa?
Quando por volta dos 48-54 anos deixa de ser menstruada durante pelo menos um ano. Antes da menopausa surgem com frequência irregularidades menstruais quer no que diz respeito à periodicidade, quer ao fluxo menstrual e chama-se a esta fase climatério. Muitas mulheres sentem-se preocupadas nesta altura e recorrem ao médico, pensando algumas que estão grávidas e outras que já estão na menopausa. Durante este período, os níveis de estrogénios 1 já começam a descer e a fertilidade também diminui, devendo no entanto utilizar-se métodos contraceptivos, nomeadamente o preservativo ou o DIU. Quando decorrido um ano seguido sem menstruar, aí sim, a mulher está em menopausa. Os exames laboratoriais podem confirmar a menopausa.

O fim da idade fértil não deve, de modo algum, significar o fim da vida sexual activa ou, muito pior, a entrada na velhice. A idade é mental e a forma como pensamos vai reflectir-se na nossa saúde e nas queixas que temos. Embora possam surgir sintomas, tais como afrontamentos, secura vaginal, suores nocturnos, ondas de calor, irritabilidade, insónias, diminuição da atenção e/ ou outros, existem actualmente tratamentos que os diminuem. Será útil consultar o médico de família e aconselhar-se com ele.

O fim da idade fértil não deve, de modo algum, significar o fim da vida sexual ou, muito pior, a entrada na velhice.

Mas será que a menopausa provoca de facto alterações com risco para a saúde da mulher?
Efectivamente, a diminuição das hormonas femininas, especialmente dos estrogénios, leva a um aumento do risco de doença cardiovascular, colocando a mulher em igualdade com o homem no que diz respeito ao risco para estas doenças. Surge com maior frequência a doença coronária, a Hipertensão Arterial (HTA) e o aumento dos níveis de colesterol.Outra patologia que surge associada à menopausa é a tão falada osteoporose 2. A falta dos estrogénios conduz a uma diminuição da fixação do cálcio aos ossos, tornando-os mais fracos e em casos mais graves levando mesmo a fracturas, por exemplo no colo do fémur ou a micro fracturas ao nível da coluna lombar, o que pode causar dores e muito mal-estar.Existem várias formas de tratamento que ajudam a minimizar os sintomas incómodos. Deverão as mulheres contactar o médico de família.A idade é mental e a forma como pensamos vai reflectir-se na nossa saúde e nas queixas que temos.

Que conselhos dá às mulheres para melhor superarem a fase da menopausa?

Os hábitos de vida neste aspecto são muito importantes:- Actividade física. Talvez o hábito mais importante, pois o exercício físico, para além de ser benéfico para o coração, leva a um maior consumo energético e impede assim o aumento de peso, tão comum nesta fase da vida (o metabolismo baixa mas as pessoas continuam a comer o mesmo que comiam quando tinham 20 ou 30 anos). Também é a melhor forma de manter a massa óssea, o que por si só ajuda a tratar a osteoporose. Todos os doentes com osteoporose necessitam de fazer exercício.Pode fazer um programa diário mesmo sem ir ao ginásio. Basta arranjar uns bons sapatos e sair para andar sem nada nas mãos, aumentando diariamente o tempo de marcha, por exemplo. Caso tenha possibilidade, pode praticar yoga, que para além do exercício físico, ajuda a equilibrar o sistema nervoso e a adquirir auto controle através de exercícios respiratórios e técnicas de relaxamento.

- Alimentação:
Deve ser rica em cálcio, como por exemplo a MACA(685g de calcio ), embora as mulheres que tenham níveis de colesterol muito elevados se devam abster dos queijos e leites gordos. Devemos também ter em conta que os alimentos muito ricos em fibras, tão importantes no controle da obstipação e da obesidade, em caso de osteoporose, devem ser consumidos com moderação, pois diminuem a absorção do cálcio a nível intestinal. A MACA é um alimento altamente recomendado, pelas razões já anteriormente explicadas. Pode ser consumida todos os dias(1 colher pequena de manhã e outra a noite) diluida no leite,sumo ou outra bebida qualquer ao seu gosto.

Não há comentários de clientes neste momento.

Escreva seu comentário

01 kilo pó Maca Peruana (Lepidium meyenii) - O viagra dos Incas

01 kilo pó Maca Peruana (Lepidium meyenii) - O viagra dos Incas

È UM poderoso estimulante sexual, um viagra natural,  usado ha mais de 2000 mil anos pelos povos andinos. Energético físico e mental, revitalizante, terapia de reposição hormonal, astenia, fadiga, desânimo, estresse e desinteresse sexual. Afrodisíaco, aumenta a libido no homem e na mulher, a vitalidade sexual e a fertilidade e  ajuda contra os efeitos da menopausa.

Escreva seu comentário