viagra natural

Newsletter

testosterona

Foram encontrados 4 produtos.

Sub-categorias

  • testosterona

    A testosterona é o "SAMURAI DA LIBIDO". É um hormônio esteróide com propriedades anabólicas e androgénicas.
    >> é segregada nos testículos dos homens e nos ovários da mulher ; 
    >> é derivada do colesterol (O colesterol é a molécula-mãe dos esteróides animais.) ;
    >> Os níveis de testosterona num homem variam entre 350 e 1000 nanogramas por decilitro (ng/dl). Depois dos
    40 anos esses valores descem cerca de 1% por ano ; 
    >> Na circulação sanguínea a testosterona (disponivel e não disponivel )circula em grande percentagem em direção 
    às chamadas proteínas de ligação - SHBG
     
     
     

          O colesterol utilizado para a síntese de testosterona pode ser obtido pelas células de Leydig por síntese "DE NOVO", 
            predominantemente, através de esteres de colesterol armazenados na matriz intracelular ou a partir de lipoproteínas 
            de baixa densidade (LDL) colesterol extracelular 
     gorduras monosaturadas tem um papel importante nos níveis de 
            testosterona e na sua disponibilidade.
    ________________________________________________________________________________________________________

     
        Seqüência básica dos hormônios esteróides no ovário, testículos e supra-renais
               
     
    A progesterona
    É uma espécie de "mãe" dos demais hormônios esteróides, ela dá origem a hormônios masculinos e 
    femininos, que estão presentes tanto no homem quanto na mulher. O equilíbrio das quantidades é feito 
    por um complexo sistema de glândulas e o próprio organismo regula as variações.
    O excesso de progesterona promove redução de libido, pois bloqueia uma enzima chamada 5-alfa-redutase, que 
    normalmente causa a conversão de testosterona em DHT. A testosterona é benéfica para a libido, tanto do homem 
    quanto da mulher. Progesterona em excesso também pode diminuir a libido porque ela satura e dessensibiliza os 
    receptores de progesterona, da mesma forma que um excesso de luminosidade no olho humano reduz sua 
    sensibilidade à luz.

    Envelhecimento e a Progesterona
    À medida que o homem envelhece, seus níveis de progesterona decrescem, como acontece com mais intensidade na 
    mulher. Na mulher, essa queda começa por volta dos 35 anos, e no homem em torno dos 45. 
    Quando caem os níveis de progesterona no homem, a enzima 5-alfa-redutase converte testosterona em outro hormônio
    mais potente, a DHT( di-hidrotestosterona ), o qual não remove as células cancerosas da próstata, que foram 
    estimuladas pelo estradiol. (a próstata é embriologicamente similar ao útero). O hormônio estradiol também estimula o
    crescimento da próstata (hiperplasia benigna), que em muitos casos acaba se transformando em câncer.
    Por inibir a ação da enzima 5-alfa-redutase, a progesterona evita que o organismo converta testosterona em DHT 
    (diidrotestosterona)

    Hormônios 
    São substâncias químicas que transferem informações e instruções entre as células. 
    Chamados de "mensageiros químicos do corpo", os hormônios regulam o crescimento, o desenvolvimento, controlam 
    as funções de muitos tecidos, auxiliam as funções reprodutivas, e regulam o metabolismo (o processo usado pelo 
    organismo para produzir energia a partir dos alimentos). 
    Diferentemente das informações enviadas pelo sistema nervoso, que são transmitidas via impulsos elétricos, se 
    deslocam rapidamente, têm um efeito quase imediato e de curto prazo, os hormônios são mais vagarosos e seus 
    efeitos mantêm-se por um período mais longo de tempo. 

    A maioria dos hormônios é produzida pelas glândulas do sistema endócrino, como a hipófise, a tireóide, as 
    supra-renais, além dos ovários e testículos. Essas glândulas endócrinas produzem e segregam os hormônios 
    diretamente na corrente sangüínea. Porém, nem todos os hormônios são produzidos pelas glândulas endócrinas. 
    Normalmente os hormônios são classificados em dois tipos principais,com base na sua composição química. 
      
    Os hormônios peptídicos
    Quase todos os hormônios são peptídios, ou derivados de aminoácidos, que incluem os hormônios produzidos 
    pela parte anterior da hipófise, pela tireóide, paratireóides, placenta e pâncreas. 
    Os hormônios peptídicos são normalmente produzidos na forma de proteínas maiores. Quando seu trabalho é 
    exigido, esses peptídios são decompostos em hormônios biologicamente ativos e secretados no sangue, para que 
    circulem em todo o organismo. 
    ______________________________________________________________________________________________
    O pâncreas
    Produz a insulina e o glucagon, hormônios que regulam a taxa de açúcar utilizada pelo 
    organismo.        
    ______________________________________________________________________________________________ 
    A medula das glândulas supra-renais
    Produz adrenalina e noradrenalina, hormônios que em situações de 
    emergência (perigo, medo) estimulam 
    respostas prontas e vigorosas
    ______________________________________________________________________________________________ 
    Tireoide
    Fabrica T3 e T4, hormônios todo-poderosos no comando do metabolismo. Uma de suas principais tarefas é a 
    queima de calorias para gerar energia. 
    ______________________________________________________________________________________________ 
    Paratireoide: produz o paratormônio, que controla o metabolismo do cálcio, fundamental para a saúde dos 
    esqueleto.
    >> Os Hormônio esteróides (sexuais) - que incluem os hormônios secretados pelas glândulas supra-renais, ovários e
    testículos. Os hormônios esteróides são sintetizados a partir do colesterol e modificados por uma série de reações 
    químicas, até que um hormônio fique pronto para ser posto em ação imediatamente. 
    ______________________________________________________________________________________________ 
    Suprarrenais - sintetizam os hormônios adrenalina e cortisol, relacionados ao metabolismo dos nutrientes e ao 
    sistema de alerta em situações de perigo.
    ______________________________________________________________________________________________ 
    Hipotálamo: comanda o trabalho da hipófise, regulando a liberação de seus hormônios.
    ______________________________________________________________________________________________ 
    Hipófise: produz GH, o hormônio do crescimento, que estimula a massa muscular e a queima de gordura. Secreta 
    ainda o hormônio folículo estimulante, responsável pelo crescimento dos folículos nos ovários. E o LH - hormônio
    luteinizante, que ativa a ovulação. É tarefa da hipófise ainda fabricar o hormônio antidiurético, que controla a eliminação 
    de urina.
    ______________________________________________________________________________________________ 
    Ovários
    Secretam estrógeno, hormônio responsável pelas características femininas, inclusive o ciclo menstrual. E a
    progesterona, que prepara o corpo para a gravidez e mantém a gestação.
    ______________________________________________________________________________________________ 
    Os testículos
    Os testiculos tem duas funções, endócrina e gametogênica, vamos a elas:
    >> a função endócrina consiste na produção do hormônio masculino, a testosterona, pelas células de Leydig, também 
    conhecida como células intersticiais. Existe ainda aqui uma pequena produção de estriol (hormônio feminino). 
    >> a função gametogênica (produção de gametas, no caso do homem, dos espermatozóides ou espermatogênese) tem
    sua sede nas células de Sertoli. 
    Os testículos estão sujeitos às influências hormonais da pituitária (hipófise) e hipotálamo.
    ______________________________________________________________________________________________ 
    O FSH ( Hormônio Folículo Estimulante ) 
    Estimula a produção dos espermatozóides, enquanto o LH (Hormônio Luteinizante) estimula a produção da 
    testosterona. É o hormônio responsável pela produção dos hormônios esteróides. 

    A determinação nos níveis de LH tem aplicação na investigação dos problemas de infertilidade de ambos os sexos. Na
    mulher, detecta a presença ou não de ovulação. Na infertilidade masculina, os valores normais de LH e elevados de 
    FSH são indicativos de falência espermatogênica.
    A testosterona testicular vai estimular a formação dos canais (ductos) deferentes e vesículas seminais, enquanto que
    seus sub-produtos, que são metabólitos induzidos (formados) pela:
    >> a enzima 5-alfa redutase;
    >> a deidrotestosterona - DHT;
    >> a deidroepiandrosterona - DHEA;
    Observação: todas estimulam a formação da próstata e genitália externa.
    ______________________________________________________________________________________________ 

    Como a TESTOSTERONA é liberada ?


    O FSH ( Hormônio Folículo Estimulante ) 
    Estimula a produção dos espermatozóides, enquanto o LH (Hormônio Luteinizante) estimula a produção da testosterona. 
    É o hormônio responsável pela produção dos hormônios esteróides.
    Nos homens existe um sistema específico que regula a produção de testosterona. Funciona mais ou menos assim: 
    quando seu organismo é estimulado, ou detecta que precisa produzir testosterona ele manda um sinal para o 
    Hipotálamo que por sua vez libera o Hormônio Liberador de Gonadotrofina (GnRH). O GnRH atua sobre a Hipófise 
    (Glândula Pituitária) causando a liberação do Hormônio Luteinizante (LH) e do Hormônio Folículo Estimulante (FSH). 
    O LH e o FSH viajam pelo seu corpo até os seus testículos e lá estimulam as Células de Leyding a produzir a tão 
    preciosa Testosterona. 

    Os hormônios esteróides, nos homens em especial a testosterona, regulam o comportamento sexual, principalmente, 
    por intensificar a resposta do organismo a relevantes estímulos sexuais. Para isso, alteram a síntese, a liberação e/ou 
    os receptores para diversos neurotransmissores em diferentes áreas cerebrais (HULL et al., 1999). 
    A produção e a liberação de testosterona dependem do hormônio luteinizante, secretado pela hipófise. A secreção de 
    LH depende do equilíbrio entre o hipotálamo, hipófise e gônodas, através da ação de vários neurotransmissores. O papel 
    exato da serotonina na secreção deste hormônio ainda permanece incerto, entretanto, vários estudos demonstram que 
    diferentes circuitos serotoninérgicos podem mediar efeitos opostos na secreção de LH. Aparentemente, a dopamina parece 
    ter um efeito inibitório ou estimulatório na liberação de LH, dependendo das circunstâncias. A elevação dos níveis de 
    dopamina na fenda sináptica induzida por bloqueio das proteínas transportadoras de recaptação inibem a liberação do GnRH. 
    A redução do hormônio hipotalâmico leva a uma diminuição do nível de hormônio testosterona (REHAVI et al. 2000).
    ______________________________________________________________________________________________ 
    A próstata 
    A próstata é uma glândula que faz parte do sistema reprodutor do homem, produzindo (secretando) um líquido que se 
    junta à secreção da vesícula seminal para formar o sêmen (esperma) e auxiliar no transporte dos espermatozóides,
    produzidos nos testículos até a sua ejaculação durante o orgasmo. É também dentro dela que ocorre a transformação 
    do principal hormônio masculino - a testosterona - em DHT (diidrotestosterona), que, por sua vez, é responsável pelo 
    controle do crescimento dessa glândula.
    ______________________________________________________________________________________________ 
    5-alfa-reductase
    Enzima responsável pela conversão da testosterona em DHT (diidrotestosterona)

    ______________________________________________________________________________________________ 
    DHT ( di-hidrotestosterona )
    DHT é criado a partir do hormônio masculino testosterona pela enzima 5-alfa-redutase, obtida através da ação 
    da enzima 5 alfa redutase na molécula de testosterona.
    >> Poderoso hormônio e que é tido como causador da calvície, da acne, do hirsutismo (excesso de pêlos); 
    >> tem sido associada com a hipertrofia prostática benigna (HPB) e câncer da próstata - pois é o homônio 
    responsável pela multiplicação das células da próstata;
    >> esta correlacionada proporcionalmente ao impulso sexual assim como as habilidades eréteis nos homens.
    >> é o mais potente androgênio que ocorre naturalmente, e é produzido da testosterona livre através da ação da 
    5-alfa-redutase. Concentrações de 5-alfa-redutase são mais elevadas no tecidos periféricos (pele genital e folículos 
    capilares). 
    >> A calvície em homens e mulheres acontece por causa dos efeitos da DHT nos folículos capilares 
    pré-dispostos geneticamente. A ligação da DHT ao folículo capilar resulta na miniaturização gradual do cabelo e 
    eventualmente a perda de cabelo.
    ______________________________________________________________________________________________ 
    LH (Hormônio Luteinizante)
    Estimula a produção da testosterona. É o hormônio responsável pela produção dos hormônios esteróides

    ______________________________________________________________________________________________ 
    Enzima Aromatase
    A Aromatização ocorre quando há elevação de uma enzima chamada Aromatase (presente principalmente no tecido
    gorduroso, especialmente aquele que se forma no abdomen do homem ao chegar a meia idade) e esta enzima começa
    fazer a transformação do hormônio masculino (Testosterona) em feminino (Estrógenos), responsáveis por uma série de
    sintomas e distúrbios no homem. 

    A Aromatase aumenta os níveis de Estrogênio no corpo e fazem cair o de Testosterona. Essa enzima é responsável 
    pela conversão da testosterona em estradiol, no âmbito intracelular. Assim, diferentes homens (e mulheres) podem 
    apresentar diferentes níveis de estradiol no organismo, pois os níveis variam de uma pessoa para outra
    ______________________________________________________________________________________________ 
    SHBG - Globulina Ligadora dos Hormônios Sexuais 
    É uma glicoproteína sintetizada pelo fígado. Sua função é transportar os hormônios sexuais. É útil na avaliação 
    complementar do hiperandrogenismo, uma vez que sua elevação pode levar ao aumento dos níveis de testosterona total 
    mas não dos de testosterona livre. 

    Certifique-se que as vitaminas A,D e E estejam presentes na sua dieta
    Assim como a vitamina C e o Zinco, as vitaminas A, D e E são essenciais na produção da testosterona. Logo, se você 
    não tem alimentos ricos nessas substâncias em sua dieta, certamente terá sua produção de testosterona reduzida. 

    _______________________________________________________________________________________________
    SHBG (Sex Hormone Binding Globulin - Globulina Ligadora dos Hormônios Sexuais)
    Sua função é transportar os hormônios sexuais 

    No sangue, a Testosterona circula vinculada a proteínas. A maior parte, cerca de 98%, circula vinculada a um 
    proteína conhecida como SHBG (globulina de ligação do hormônio sexual). A ligação química da Testosterona 
    com essa proteína é muito forte – na prática, enquanto ligada a essa proteína, ela é inativa, pelo que dizemos que 
    é bioinativa, ou seja, não exerce efeitos sobre o organismo. Os outros 2% se ligam a outra proteína, mas de forma 
    quimicamente frouxa, de sorte que ela pode ser facilmente liberada. Alguns chamam esta última de Testosterona 
    livre ou biodisponível. A Testosterona total é a soma das duas. Podemos conseguir uma maior ação da testosterona
    aumentando a porção livre de modo natural, via ação sobre a SHBG.

    É aquela que nos fornece o melhor. Porquê ? 
    Porque esta é a principal razão porque a testosterona pode não estar disponível para chegar ao receptor da célula.
    Quando a testosterona se liga ao SHBG, já não é possível utilizar as suas funções anabólicas. 
    _________________________________________________________________________________________________

    As propriedades do SHBG X disponibilidade de Testosterona
    >> Os níveis desta proteína ligante aumentam quando existe excesso de estrogéneo presente. Inversamente, os 
    níveis de SHGB descem quando a testosterona está elevada. 
    >> O SHBG tem maior afinidade com testosterona do que com estrogéneos. Por isso, qualquer mudança nos níveis 
    do SHBG influencia notavelmente os níveis de testosterona disponíveis.
    >> Uma vez que sua elevação pode levar ao aumento dos níveis de testosterona total mas não dos de testosterona 
    livre 
    >> Menos de 1% da testosterona circulante está numa forma livre nos homens // Menos de 3% nas mulheres
    >> Apenas quando está numa forma livre este hormônio pode usufruir as suas propriedades ligando-se aos
    receptores androgénicos nas paredes celulares. Baseado num estudo 14% a 50% da testosterona está ligada 
    ao SHBG nos homens e 37% a 75% nas mulheres. 
    >> Tais circunstâncias alteram seus valores, como estrógenos e hormônios tireoidianos (hipertireoidismo).
    Tamoxifeno, fenitoína e cirrose hepática elevam os níveis de SHBG. Já os andrógenos, os glicocorticóides, o 
    hormônio do crescimento, o hipotireoidismo, a obesidade e a acromegalia cursam com níveis diminuídos de 
    SHBG.

    Transportadores de SHGB
    A testosterona cai na corrente sanguínea e se liga a duas proteínas: Globulina (SHBG) e Albumina. Essa ligação 
    serve para três coisas:
    >> Fazer a testosterona solúvel para ser transportada pelo sangue;
    >> Proteger a testosterona da degradação pelos rins e fígado;
    >> Servir como reservatório.

    Exceto o SHBG ( 1º transportador) existem duas proteínas ligantes de testosterona,também chamados 
    transportadores:
    >> 2º transportador - Albumina . É uma proteína ligante com baixa afinidade, deste modo a testosterona 
    ligada a ela é considerada disponível. A albumina liga-se á testosterona num intervalo entre 45% a 85% 
    nos homens (25 – 65 nas mulheres). 
    >> 3º transportador - Transcortina ou (CBG) Globulina Ligante do Cortisol, que liga também com pouca 
    afinidade com menos de 1% da testosterona em circulação.
    A transcortina é uma alfa-globulina. Liga-se a várias hormonas esteróides, entre a quais:
    > Cortisol - Aproximademente 75% do cortisol em circulação no sangue está ligado a esta proteína. 
    Julga-se que o cortisol é biologicamente ativo apenas quando não está ligado à transcortina;
    > Aldosterona - 60% da aldosterona no sangue está ligada a esta proteína;
    > Progesterona;

    APÓS-TRANSPORTE
    Após ser transportada pelo plasma a testosterona penetra nas células por difusão (através da membrana celular) e 
    se liga a um receptor intracelular específico. Esse receptor chamado de "Complexo Receptor-Esteroide" é ativado 
    e se liga ao DNA (no núcleo da célula, onde é feita a leitura dos seus genes), aumentando a atividade do RNA 
    Polimerase e liberando o RNA Mensageiro que vai estimular a síntese de proteína fazendo, finalmente, a célula 
    crescer. A maior parte da testosterona é reduzida a 5α-dihydrotestosterone (DHT) pela enzima 5-alfa redutase, 
    que tem ação androgênica 30 vezes maior que a testosterona. 

    DHT te deixa mais forte, certo? 
    Errado! Tecidos como o Epidídimo, Canal Deferente, Vesicula Seminal, Ossos e os Músculos Esqueléticos não 
    possuem a enzima 5-Alfa Redutase, ou seja, não respondem anabolicamente ao DHT. Por isso, o que temos
    que estimular é a nossa quantidade de testosterona total. É ela que vai aumentar a massa muscular.


    _________________________________________________________________________________________________


    MATEMÁTICA DA TESTOSTERONA LIVRE NO CORPO ( % DE I.A.L. ) 

    O índice de androgéneos livres (IAL) indicam a quantidade de testosterona livre. O IAL é o somatório da testosterona
    livre, albumina e globulina ligante do cortisol. Ou é o Total de testosterona menos a testosterona ligada ao SHBG.

                             
       
           _________________________________________________________________________________________________

    COMO MANTER A TESTOSTERONA DO CORPO SEMPRE DISPONÍVEL ? 

    A resposta a pergunta acima é tomar Precursores Naturais de Testosterona 
    A testosterona é um precursor de estrogéneos – vai ser convertida em estrogéneos através da influência da enzima
    aromatizante. Pensemos agora. Se mais desta testosterona for convertida para estrogéneo devido a valores anormais
    dos níveis de aromatização, o SHBG também vai aumentar. O SHBG, estando mais ligado a testosterona, vai nos
    deixar com excessos de estrogéneo no sistema, que vai estimular a produção de SHBG pelo fígado. Este processo
    amplifica a quantidade de estrogéneos. O estrogéneo depressa se liga aos receptores androgénicos das células 
    limitando a capacidade para se ligarem a testosterona livre. Ainda mais importante, o estrogéneo é o mensageiro que
    avisa o cérebro para diminuir a produção de testosterona . 
    A grande vantagem dos suplementos precursores de testosterona é que eles ajudam a elevar os níveis naturais de
    testosterona em seu organismo até um patamar seguro estabelecido pelos próprios mecanismos regulatórios de seu
    corpo. Assim estes suplementos são seguros e não apresentam os riscos para a saúde que os esteróides 
    anabolizantes sintéticos oferecem.
    ________________________________________________________________________________________________ 
    FITOTERÁPICOS -  O PODER DAS PLANTAS PARA O AUMENTO DA TESTOSTERONA 
    Podemos conseguir uma maior ação da testosterona aumentando a porção livre de modo natural, via ação sobre a 
    SHBG, usando os produtos abaixo:

    >>> 
    Tribulus terrestris ( Planta Indiana )
    A tribulus terrestris é uma erva não hormonal que restaura e aumenta a libido em homens, bem como melhora e prolonga 
    a duração de ereções. A tribulus terrestris também aumenta a quantidade e velocidade de esperma. É assim que acontece: 
    a tribulus terrestris eleva os níveis de testosterona através do aumento dos níveis do hormônio luteinizante (LH). O LH é o 
    hormônio que sinaliza o corpo para iniciar a produção de testosterona natural. Os resultados de um estudo envolvendo indivíduos 
    ingerindo 750 mg/dia de tribulus terrestris mostraram que o LH aumentou cerca de 72%. A testosterona livre aumentou 
    cerca de 41%. .
    _________________________________________________________________________ 


    >>> Tongkat Ali ou Longjack (eurycoma longfolia)|

    * Estimulam a produção de Testosterona através do aumento dos níveis de LH.
    * Reduzir os níveis de SHBG (o SHBG auxilia na conversão de Testosterona em Estrogênio),ajudando 
    a aumentar ainda mais os níveis de Testosterona Livre.

    Seu uso promove significativo AUMENTO DE MASSA MUSCULAR.
    Contém Glygopeptide ( compostos bioativos ) aumentam a testosterona livre e redução nos níveis de SHBG 
    Ali Tongakat ajuda a manter espermatozóides saudáveis, aumenta contagem de esperma, motilidade e 
    tamanho

            ______________________________________________________________________________________________

             >>> Mistura de Crisina* + Peperina
             * inibidor de aromatização

             Crisina é um bioflavonóide que mostrou ser um potente inibidor de aromatização. A crisina é muito pouco absorvida 
             no nosso sistema. Descobriu-se que quando tomada com Piperina, a crisina mostra uma muito melhor absorção.
             Suplementação com crisina e peperina provavelmente trarão bons resultados na redução dos níveis de aromatização.

             A CRISINA é extraída a partir de uma rara planta chamada de Passiflora Caerula. É um extrato natural 
             ainda mais 
    poderoso comparado com a maioria dos medicamentos anti-aromatase.
             A Crisina (5,7-dihidroxiflavone) é o nome químico da molécula isoflavona, que tem demonstradoser um potente 
             bloqueador da enzima aromatase, em outras palavras, a crisina minimiza ou reduz a conversão da testosterona 
             em estrógeno ou DHT (diidrotestosterona).

             Conversão da Testosterona: Quando a concentração ou nível de testosterona no sangue atinge um certo nível, a 
             testosterona começa a converter-se em outros químicos menos anabólicos. Ao lado da redução nos nível de 
             testosterona, essa conversão pode causar alguns sintomas irritantes, como ocorre com alto índice de estrógeno. 
             Os sintomas incluem o surgimento de mamilos sensíveis ou mudanças nos órgãos masculinos.
              __________________________________________________________________________________________

             >>> O Extrato de Fenacho (50% sapominas esteróides)*

              
     * Aumentos na quantidade de LH (hormônio luteinizante) e DHEA(dehydroepiandrosterone)

             
    Rico em saponinas esteróides, aumenta os níveis de testosterona livre. Um estudo realizado em voluntários 
             masculinos que praticam exercícios físicos de resistência mostra que a toma de 300 mg de fenacho durante 8
             semanas, seguindo um treino físico, aumenta em quase 100% a produção de testosterona livre relativamente aos
             indivíduos que não tomam suplemento. 

             Fenacho (50% Fenusides) tem inúmeros benefícios de saúde, incluindo um aumento da libido, aumento de 
             testosterona e aumento da liberação de insulina. 
             Esta erva contém uma elevada quantidade de furostanolic saponinas, portanto, a trabalha para elevar testosterona  
             através de aumentos na quantidade de LH (hormônio luteinizante) e DHEA (dehydroepiandrosterone).

            A Semente é uma boa fonte de proteínas, ácido ascórbico, niacina e potássio. É uma das melhores fontes 
             de colina, que podem prevenir o câncer de fígado.
             Fenacho é uma excelente fonte de selênio, ferro, silício, sódio e tiamina.
             Fenacho contém mucilaginas, que são conhecidos por calmante e relaxante dos tecidos inflamados
             DOSE - 120 mg 3x ao dia............


        _________________________________________________________________________________________
       
              >>> Extrato de Urtiga (Raiz de Urtiga)*
             Tem a função de bloquear os efeitos de ligação à testosterona do SHBG - esse extrato concentrado liga-se ao 
             SHBG e assim permitir mais testosterona livre (inibidor a 5-alfa-reductase). 

                * inibidor da 5-alfa-reductase;
                * liga-se ao SHBG;
                * inibição da Aromatase e a conversão de Testosterona em 5α-Di-hidrotestosterona(DHT);

        ______________________________________________________________________________________________

          
      >>>Horny Goat Weed* (Epimedium Grandiflorum - 500mg) + Ginkgo Biloba (120 mg) 

           * aumenta níveis de testosterona;
           * aumenta níveis de óxido nítrico;


            
    Epimedium é um dos melhores potenciadores naturais do libido. Não só aumenta níveis de testosterona, mas 
            também aumenta níveis de óxido nítrico. Aumentar a libido, melhorar a função erétil, restaurar a potência sexual 
            e aumentar o prazer
            O óxido nítrico relaxa os vasos sanguíneos e expande o suficiente, então teremos um aumento da quantidade de
            sangue - o pênis incha e cria a ereção (ação aumenta a pressão sanguínea no pênis, e melhora a firmeza e a 
            duração das ereções).
            As folhas da planta contêm uma variedade de flavonóides, polissacarídeos, esteróis e um alcalóide denominado
            magnaflorine. A planta melhora a função erétil, dissipar a fadiga e aliviar os transtornos da menopausa.

            Ginkgo Biloba - conhecida por aumentar a circulação de sangue no cérebro, o que ajuda a energizar o cérebro e 
            o sistema central nervoso. Ginkgo aumenta a circulação periférica, a oxigenação, a aumenta a circulação de sangue 
            nos genitais para aumentar a função sexual e o poder das suas ereções.

            Cientificamente, o Epimedium funciona pela liberação de testosterona, que aumenta naturalmente o a resistência e o
            desejo sexual. Contém um ingrediente ativo chamado Icariin, que atua como um afrodisíaco. O Icariin ajuda a inibir o 
            PDE-5 no corpo, exatamente como o Cialis faz.
    ________________________________________________________________________________

            >>> 
    Pygeum Africanum( prunus africana ou ameixoeira africana ) -  25 mg diárias
                    EXTRATO EM PÓ COM 15% ESTERÓIDES TOTAIS 
                    Ação do extrato -- bloqueia os efeitos da ligação da testosterona ao SHBG. Atua também como inibidor da 
                    5-alfa-reductase


    ________________________________________________________________________________________________________

      >>>  Extrato de mirtilo Saw Palmetto Serenoa repens )

      FORTE PRÓ-HORMÔNAL – É UM ESTRÓGENO FEMININO VEGETAL
      (CONSULTAR SEU MÉDICO PARA TOMAR ESTE MEDICAMENTO) 

    Saw Palmetto, também conhecido como Serenoa Repens ou Sabal Serrulatum, é uma erva mais comumente 
    usada para tratar problemas relativos à hiperplasia benigna da próstata (BPH). O elemento medicinal da serenoa 
    é tirado da fruta madura parcialmente seca da palmeira americana anã, nativa das regiões costeiras da parte Sul 
    dos Estados Unidos, das Carolinas e Flórida até a Califórnia. BPH é quase um resultado universal do processo de 
    envelhecimento nos homens. À medida que a próstata aumenta, pode provocar tanto sintomas irritativos como 
    obstrutivos. Entretanto, o tamanho da próstata não prediz os sintomas que pacientes vivenciam.

    > Ativo bloqueador de DHT (dihidrotestosterona) recomendado também pelos especialistas durante a construção 
    dos músculos . 
    > Saw Palmetto ajuda a evitar o inchaço da próstata, pois inibe a atividade da enzima 5-alfa-redutase, que converte
    testosterona em diidrotestosterona (DHT).

    DHT é o homônio responsável pela multiplicação das células da próstata, provocando a hiperplasia benigna da 
    próstata (HBP) ou hiperplasia prostática benigna (HPB) é uma condição médica caracterizada pelo aumento 
    benigno a próstata

    Dose 10 mg diárias

          ________________________________________________________________________________________________  
          
              >>> Avena Sativa ( O OATS )
             * Funciona libertando a testosterona ligada, que aumenta a testosterona em circulação
             * Aumenta os níveis de Testosterona através do estimulo a Hipófise e, consequentemente, a liberação 
                de Hormônio Luteinizante
    (LH).
              
              Possui alta concentração de zinco. O zinco é fundamental para o bom funcionamento dos órgãos sexuais, 
              do metabolismo das enzimas, do sistema imunológico, da visão, além de agir na produção de insulina. 
              No tratamento de disfunções sexuais, a avena sativa pode ser consumida associada à urtiga dióica, pois 
              melhora a circulação na próstata.


                ____________________________________________________________________________________________

     

                >>> O MACA*  (VIAGRA NATURAL)  Lepidium Meyenii

       Estimula a produção de esperma;
       * Age na produção de testosterona naturalmente;
      *  Presença do Diindolylmethane (DIM), que ajuda o organismo a se livrar do Estrogênio

              
       Age diretamente no fluxo sanguíneo, no que se traduz em uma ação vigorosa na zona pélvica dos homens 
       e das mulheres, aumentando assim o seu desempenho sexual.


    _____________________________________________________________________________________________

         >>> A Mucuna Pruriens*
       * aumenta a produção de GH (hormônio do crescimento)estimula a Hipófise a liberar o Hormônio 
           do Crescimento (GH) e o Hormônio Luteinizante(LH)

                                                               
                 Planta proveniente da Índia, reconhecida pelas suas propriedades afrodisíacas. Estimula também a deposição 
                 de proteínas nos músculos e aumenta a força e a massa muscular. Aumenta os níveis de L-Dopa, um inibidor 
                 da somatostatina. O seu extrato é também conhecido por estimular o estado de alerta e melhorar a 
                 coordenação.
         
                 
                 
    O que ela faz ?
                 A Mucuna é rica em um aminoácido chamado L-Dopa, que ajuda a baixar o colesterol e os níveis de açúcar no
                 sangue. Também aumenta a produção de GH (hormônio do crescimento), o que ajuda no ganho e massa magra.
                 Segundo estudos, a Mucuna também aumenta os níveis de testosterona, o que ajuda no ganho de massa 
                 muscular magra.

                 Como funcinona ?
                 O extrato de Mucuna estimula a Hipófise a liberar o Hormônio do Crescimento (GH) e o Hormônio Luteinizante 
                 (LH) que por sua vez estimula a produção de Testosterona junto aos testículos.
           
                 Como usar ?
                 A dose recomendada é de 400mg ao dia. Cada 400mg de Mucuna deve conter em média 15% de L-Dopa para 
                 um melhor efeito.
                 
                 Existem efeitos colaterais ?

                 Doses elevadas de Mucuna podem causar super-estimulação, aumento da temperatura corporal e insônia.


    ______________________________________________________________________________________________

    ÓLEO DE ABACATE 
    AÇÃO NO HOMEM
    Ele age reduzindo a dilatação da próstata (hiperplasia prostática), prevenindo e ajudando no tratamento do 
    câncer de próstata. Faz isso através de uma ação específica sobre o fígado, inibindo uma enzima 
    5-alpha reductase que age reduzindo a testosterona a dihidrotestosterona (DHT). Esta queda da testosterona  
    e sua conversão a DHT ocasiona uma série de problemas. A ligação do DHT a receptores androgênicos na próstata 
    tende a ocasionar dilatação da próstata, queda de cabelo, problemas vasculares e possibilidade de impotência. 

             AÇÃO NA MULHER 
             Ele também age positivamente na mulher causando um efeito anti-estrogênico, diminuindo a ligação do DHT a 
             receptores de estrógenos. Isso previne os efeitos indesejados dos níveis altos de estrógenos no corpo como o
             desenvolvimento de ginecomastia, retenção de líquidos e aumento do peso, especialmente nas fases da TPM.

              EM AMBOS OS SEXOS
              O b-sitosterol presente no abacate também possui um efeito especial sobre a imunidade, e é assim que acaba 
              auxiliando no tratamento de doenças como o câncer, HIV e infecções. Notou-se que ele age aumentando a 
              proliferação de linfócitos no corpo e a atividade das células NK (“natural killers”) que agem matando 
              microorganismos invasores. Na parte de câncer, ele age suprimindo a carcinogênese e no HIV fortalecendo o 
              sistema imunológico. O abacate também possui um carotenóide chamado luteína que ajuda a proteger o 
              organismo contra o câncer de próstata e doenças dos olhos como catarata e degeneração da mácula. 
              Uma substância chamada d-perseitol presente no abacate age como diurético. 
              _____________________________________________________________________________________________

    Suplementos adicionais para aumento de Testosterona

             >>> Suplemento ZMA (Zinco, Magnésio e vitamina B6) - 01 comprimido antes de dormir e com 
               o estômago vazio - 30 a 60 minutos antes de dormir.....
               A deficiência de zinco pode levar à Diminuição dos Níveis de testosterona. A maior parte das pessoas tem 
               problemas
     em acrescentar zinco ao seu sistema e por isso vitamina B6 faz parte da fórmula ZMA.

          . >>> Vitamina C (pelo menos 1g dia - 500 mg antes do almoço e 500 mg antes do treino)
            >>> Zinco (  30mg mínimo - 50mg máximo // 7 mg é 100% do IDR)
            >>> Suco misto de Beterraba e Cenoura. Salada mista de Brócolis, Couve e Espinafre ( vale lembrar que eu não
                  recomendo o consumo em grandes quantidades desta folha ). Cozinhado no vapor ou o suco com os mesmos 
                  ingredientes.


                 PARA DADOS BIOQUIMICOS COMPLETOS  ACESSE:
                      
                 http://www.ff.up.pt/toxicologia/monografias/ano0607/esteroides/index.html
     
     
    Comentários
     


Novos produtos

» Nenhuma novidade no momento